“Dá-me do mais puro fel,
mas não tire de mim minha liberdade…
Lança-me no esquecimento,
e no abismo mais alto do Planeta,
mas não tire de mim minha liberdade…
Toque em minha face com violência e desprezo,
mas não toque minha liberdade…
Tirem de mim todas as minhas posses,
terras, jóias e posiçoes sociais,
mas não tire de mim minha liberdade…
Deixe-me para que Eu continue abrindo minhas asas
voando rumo ao horizonte.
Como um pássaro encantado,
aprendendo a fazer histórias.
Ensinando àqueles que quiserem aprender a ser livres…
Se tentarem me prender com padroes sociais,
ou lançar-me ao cárcere,
Eu prefiro que matem o meo corpo,
porque assim,
Eu conseguirei devolver à minha alma,
a minha LIBERDADE.”